Vinhas de Luz

Vinhas de Luz

segunda-feira, 27 de junho de 2011

"ORAI E VIGIAI"

Nos dias de hoje, a humanidade atravessa um ciclo transitório evolutivo, deixando para trás a condição de “Expiação e provas” para alcançar uma era mais adiantada que se denomina “Regeneração” Assim, o ser humano que ainda gravita na tênue linha que separa os da direita ou da esquerda, do joio do trigo, terá de vivenciar esse momento solene e grave entre os quais transita a humanidade, definindo sua condição; assim, será efetivada a seleção daqueles que herdarão a Terra e daqueles que serão enviados para habitar um Planeta primitivo.
Jesus nos afirmou nas bem-aventuranças, que os mansos herdarão a Terra, e João, o Evangelista, nos alertou, no Apocalipse, que no fim dos tempos as forças das trevas seriam soltas por pouco tempo, e elas viriam cheias de fúria, porque sabem que pouco tempo lhes resta. Isso quer dizer que, neste final de ciclo, tem sido permitido o reencarne, em massa, de espíritos com pesada carga espiritual, para uma última tentativa, servindo também como teste para aqueles que necessitam se reafirmarem sua condição. 
São espíritos que trazem o agravo desde passados remotos. Espíritos embrutecidos, com pesadas cargas de energias negativas para servirem de instrumentos as forças do mal que agem sorrateiras, manipulando as criaturas que tem aparência humana, mas escondem terríveis deformidades espirituais, capazes de atitudes torpes e covardes, cuja característica é o ódio e  a brutalidade gratuita. Tudo isso para nos colocar à prova, onde será testada nossa fé, confiança em Deus, paciência, humildade e capacidade de compreensão e o perdão para não cairmos em tentação.  
Por isso, nos dias atuais, o ser humano encarnado se assusta com a sucessão de acontecimentos inconcebíveis no campo da violência, da brutalidade, da bestialidade, do rancor, do ódio e do oportunismo, porque as vibrações que envolvem o planeta são originadas do somatório das mentes encarnadas e desencarnadas, e o homem de bem tem de perseverar e persistir para se equilibrar dentro dos parâmetros  vibratórios do bem, do amor e da paz que se inicia dentro do nosso coração. Mais uma vez, João Evangelista nos alerta, no apocalipse: “aquele que é sujo, suje-se mais ainda; aquele que é santo, santifique-se mais ainda, e aquele que é justo, justifique-se mais ainda”.
Quer dizer: diante da brutalidade que comove a opinião pública, diante da exposição maciça dos meios de comunicação, escrita ou visual que exploram fartamente ocorrências lamentáveis, é comum e até compreensível, o ser humano  se envolver no sentimento de ódio e rancor, imaginando ser uma solução válida o combate do mal com o próprio mal. Mas é um teste, uma cilada. Todos nós devemos nos atentar à vigilância e à oração, para não cairmos em tentação.
Vele dizer que o ser humano, atendendo ao alerta do Evangelista, tem de perseverar no bem para não se evolver em vibrações negativas e oferecer oportunidade de atuação para as forças das trevas, que encontram nessas ocasiões, farto campo vibratório favorável à proliferação do mal.
São louváveis os movimentos em favor da Paz que tem envolvidos milhares de pessoas que saem em passeatas, mas não podemos esquecer que a verdadeira Paz começa  primeiro em nossos corações. Jesus o Divino amigo, nos recomendou a edificar em nós mesmos o Reino de Deus, porque o Reino de Deus está em nossos corações. Portanto só nos resta Orar e Vigiar para não cairmos em tentação.       

Da obra:" O SÉTIMO SELO".
Medium: "ANTONIO DEMARCHI". Pelo Espirito: "IRMÃO VIRGILIO".