Seguidores

sexta-feira, 8 de abril de 2016

"INFIDELIDADE E SUAS CONSEQUÊNCIAS"

A infidelidade nos remete a uma condição moral muito difícil, porque faltamos com a verdade e proliferamos a mágoa e o ressentimento destruindo tudo o que levou muito tempo para ser construído, muitas vezes apenas por um capricho jogamos fora a oportunidade de sermos felizes e vivermos em paz.
Quando pensamos na infidelidade não devemos apenas focar no ato em si, mas devemos analisar também os nossos pensamentos e o que nos levou a sermos infiéis.
Muitas vezes uniões são desfeitas pela infidelidade, deixando assim um rastro de muita dor e sofrimento e consequentemente o desequilíbrio toma conta da nossa vida.
Podemos evitar a infidelidade em nossas relações, mas para isso, devemos agir
sempre com a verdade em nossos sentimentos e quando algo nos desagradar em nossas relações, devemos sempre manter o diálogo sincero e neste diálogo devemos expor nossas frustrações e nossos reais sentimentos.
A verdade é a base de uma relação bem sucedida seja ela conjugal ou não, quando nos utilizamos da sinceridade para com o outro, estamos sendo fiéis aos nossos sentimentos e pensamentos e quando agimos por impulso ou faltamos com o diálogo verdadeiro, damos margem para a infidelidade penetrar em nossas relações.
Quando pensar em ser infiel, organize seus sentimentos e pensamentos e analise se realmente existe a necessidade de tal conduta, se realmente seu parceiro merece a sua infidelidade ou se você está utilizando-se deste caminho como fuga de seus problemas que você não tem coragem de resolvê-los através do diálogo franco e verdadeiro.
Pense sempre antes de agir diante de uma situação tão cruel como a infidelidade, porque uma ação não pensada pode levar você ao arrependimento e muitas vezes não terá como voltar atrás.
Quando sentir-se envolvido pelas teias da infidelidade, eleve seu pensamento a Jesus, faça uma prece e não deixe que as tentações terrenas, prejudiquem o seu adiantamento moral, persista na verdade de seus sentimentos sempre.

GOTAS DE PAZl